O SONHO

daniel-david

M

oçambique é uma democracia jovem, um país com um contexto económico e social dinâmico, que enfrenta um conjunto de desafios que exige decisões complexas sobre o rumo a seguir.

Nas últimas décadas, foram realizados diversos projectos em áreas fundamentais para o desenvolvimento do bem-estar e integridade da população, tais como a saúde, a educação, a energia e criação de infra-estruturas. Neste novo período da nossa História, é fulcral consolidar as nossas conquistas e criar bases sólidas para a implementação de reformas estruturais. Passo a passo, com firmeza e convicção, trilhamos os caminhos rumo ao futuro contando com a participação de todos os moçambicanos. A juventude, em particular, apresenta-se como o eixo vital da construção de Moçambique, uma força activa que utiliza o conhecimento como veículo principal na elaboração de soluções inovadoras e criativas para o país.

Para formarmos uma sociedade esclarecida, capaz de concretizar os desígnios de Moçambique, é necessário promover a eficácia operacional e a criação de emprego e serviços, fixando práticas empresariais adequadas que transformem o conhecimento em energia pulsante, fonte inesgotável de acção. A aposta na solidariedade e na valorização do homem atinge o seu pleno significado com a participação de todas as franjas da sociedade, realizando-se, assim, o verdadeiro e imprescindível intercâmbio de saberes.

O primado da inclusão e inovação deverá, com a mesma força e perseverança, aplicar-se na potenciação das riquezas tradicionais de Moçambique: a agricultura, sector chave da economia e base de subsistência de 75% da população; e a indústria, cuja dinamização é essencial ao desenvolvimento do ciclo económico do país.

A descoberta de novas fontes de riqueza coloca Moçambique perante um momento de grandes oportunidades e desafios exigindo reflexão e um enquadramento estratégico. Carecemos de traduzir a esperança proveniente dos recursos naturais, em políticas sustentáveis e redistributivas no plano da economia formal, de modo a anular as disparidades existentes e promover o equilíbrio entre robustez económica e desenvolvimento do nosso capital humano.

O projecto MOZEFO, iniciativa do grupo SOICO, surge neste contexto de transição nacional como um programa transformador, uma plataforma que pretende discutir aberta e efectivamente os desafios que habitam no horizonte moçambicano, partilhando uma visão de futuro e gerando uma oportunidade para que as opiniões, as ideias e as aspirações de todos, se manifestem.

O futuro é hoje. Realçamos, por isso, o optimismo de um povo que está cada vez mais capacitado para definir, com autonomia, a agenda do seu desenvolvimento. Neste sentido, o fórum MOZEFO pretende oferecer a cada cidadão um lugar dianteiro nas decisões de Moçambique, fomentando movimentos de cooperação e sinergia.

Mais do que uma referência teórica, queremos assumir um papel catalisador dos processos que implicam a passagem da teoria à prática, e ser um instrumento que observa e actua no terreno. Em conjunto, queremos projectar Moçambique no mundo como país empreendedor e parceiro internacional de relevo. O desafio de Moçambique é agora. Um desafio ao futuro. Um legado para a próxima geração.”